Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

MARLUI MIRANDA

Marlui Nóbrega Miranda (Fortaleza, 12 de outubro de 1949) é uma compositora, cantora e pesquisadora da cultura indígena brasileira. Irmã da jornalista e escritora premiada Ana Maria Miranda. Casada com o fotógrafo Marcos Santili.

Em 1959, mudou-se para Brasília. Na Capital Federal, graduou-se em Arquitetura pela Universidade de Brasília e em Regência na Faculdade Santa Marcelina.

No ano de 1971 voltou a morar no Rio de Janeiro. Estudou também no Conservatório Villa-Lobos.

A partir de 1974 trabalhou com pesquisa de tradições musicais dos povos da Amazônia.


Estudou violão com Turíbio Santos, Oscar Cárceres, Jodacil Damaceno, João Pedro Borges e Paulo Bellinati. Tocou com Egberto Gismonti, Taiguara e Milton Nascimento.

Em 1998 participou do disco "O Sol de Oslo" com Gilberto Gil, Bugge Wesseltoft, Trilok Gurtu, Rodolfo Stroeter e Toninho Ferragutti.

Nascida em Fortaleza e criada em Brasília, mudou para o Rio de Janeiro na década de 70 e estudou violão clássico com professores renomados como Turíbio Santos, Paulo Bellinati e outros. Tocou com Egberto Gismonti, Milton Nascimento, Jards Macalé, e em 1979 lançou o disco "Olho d'Água". Compôs trilhas para cinema e teatro e atua também como compositora. Suas músicas já foram gravadas por Ney Matogrosso, Sá & Guarabyra e outros. A partir da década de 70 passou a pesquisar e estudar a música dos índios brasileiros, atividade a que se dedicou por diversos anos. Ganhou bolsa de uma instituição nova-iorquina e realizou um projeto de preservação e recriação da música indígena da Amazônia brasileira. Com esse trabalho atuou como consultora de música indígena em filmes e eventos, gravou discos para o Brasil e para o exterior e produziu espetáculos, como a missa indígena criada a partir de músicas de tribos e apresentada na Catedral da Sé, em São Paulo em 1997 com a participação de orquestra jazz sinfônica e coral. Desde 1996 é integrante do grupo Pau Brasil. Em 1998 participou do disco "O Sol de Oslo" com Gilberto Gil, Bugge Wesseltoft, Trikot Gurtu, Rodolfo Stroeter e Toninho Ferragutti.


5 comentários:

  1. Faltou um disco da Marlui Miranda: Revivência.

    Élcio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Élcio, infelizmente, até agora não tive acesso a esse álbum. Quem sabe em breve não poderemos todos tirá-lo da gaveta? Um abraço.

      Excluir
  2. Enviei no e-mail sergiusantos@yahoo.com.br um link para baixar o disco Revivência.
    Amilcar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Almicar,
      Foi com grande alegria que recebi o seu e-mail. Graças a você, outros internautas terão acesso ao álbum "Revivência" no BRASIL DE DENTRO. De fato, é o mais interessante trabalho da Marlui Miranda. Obrigado mesmo pela colaboração. Espero que possa continuar colaborando com o blog no futuro. Afinal, não desejamos todos tirar o Brasil da gaveta? Um grande abraço.

      Excluir
  3. Curto bastante a Marlui Miranda, e tenho a honra de ter os 3 primeiros discos desta cantora, inclusive "Olho D'agua", o début de Marlui é pra mim o melhor dêles, e recomendo as pessoas a correrem atrás destes discos, ou baixar, já que hoje em dia é mais fácil e barato.
    abraços!!

    ResponderExcluir

Topo da Página ↑