Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

RÁDIO BRASIL DE DENTRO: POR DENTRO DO BRASIL

domingo, 23 de novembro de 2014

GRUPO BONGAR

O Bongar é composto por seis jovens integrantes do terreiro Xambá do Quilombo do Portão do Gelo, em Olinda. O grupo foi fundado em 2001, com o propósito de levar aos palcos a tradicional festa do Coco da Xambá, que se realiza na comunidade há mais de 40 anos, no dia 29 de junho. O grupo Bongar tem um trabalho voltado para preservação e divulgação da cultura pernambucana. A formação musical dos integrantes tem origem no universo popular, especificamente da comunidade religiosa Xambá. O Bongar mostra em suas apresentações toda a musicalidade do Coco da Xambá, uma vertente desse ritmo tão presente no Nordeste do Brasil, além de ciranda, maracatu, candomblé, entre outros ritmos da cultura de raízes. O Bongar também realiza oficinas de percussão e dança popular, confecção de instrumentos, aulas-espetáculos e palestras. O público, através do show do Bongar terá a oportunidade de conhecer, não só a música e a dança deste coco tão peculiar, mas compreender a formação histórica e cultural desta Nação. O Bongar tem uma musicalidade muito forte de diversas influências musicais, vivenciadas nos cultos afro-brasileiros, principalmente da linhagem Xambá. Os integrantes do grupo herdaram toda essa musicalidade desde a infância, ouvindo os mais velhos e aprendendo com eles os toques, as loas e as danças, durante as festas da Casa Xambá.

Grupo Bongar - vídeo 1

Grupo Bongar - vídeo 2

Grupo Bongar - vídeo 3

2006 - 29 de Junho

TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA:


2009 - Chão Batido - Coco Pisado

TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA:


domingo, 16 de novembro de 2014

CEUMAR

Moro desde 2009 em Amsterdam e adoro a cidade, onde posso ver gente de todo lugar, ouvir as mais diversas línguas e dialetos na rua, andar de bicicleta, aprender com uma nova cultura.

Gosto de fazer amigos, de viajar, tenho paixão por gente, mas gosto de ficar quieta no meu canto, às vezes.

Antes de me mudar morei 14 anos em São Paulo, onde produzi 4 discos e pude experimentar grandes momentos de vida e música.

Aos 28 anos me tornei mãe do Tiê e este foi, certamente, o grande acontecimento da vida.
Topo da Página ↑