Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

terça-feira, 4 de setembro de 2012

MÁRIO GIL


Mineiro de Juiz de Fora, nascido em 28 de março de 1962 e radicado em São Paulo desde 1983, Mario Gil foi aluno de Henrique Pinto (Violão, 1983 –1987), Marilena Oliveira (Harmonia, 1984 – 1985) e Mario Ficareli (contraponto, 1985). Nesse período venceu, como violonista, o 2º Concurso de Seleção de Jovens Instrumentistas da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Em 1993, lançou seu primeiro disco "Luz do Cais". Com produção independente, esse disco foi relançado em CD (1996) com tiragem limitada.

Em 1996, realizou uma tournée pela Suíça (18 espetáculos), apresentando um trabalho sobre música folclórica do Brasil.

Em 1998, lançou pela gravadora Dabliú, o CD “Contos do Mar”, apresentando um trabalho temático em parceria com o letrista Paulo César Pinheiro. Este CD lhe rendeu o Prêmio Ary Barroso, na categoria Compositor.

A partir deste trabalho, Mario começa a ser reconhecido entre os novos autores da música brasileira, tendo diversas de suas músicas gravadas por cantores da nova geração, como, Mônica Salmaso, Renato Braz, Consuelo de Paula e Carmina Juarez.

Em 2000 obteve a terceira colocação no 3º Prêmio Visa MPB – Edição Compositores.

Recentemente, foi contemplado pelo Programa de Patrocínio Petrobrás Cultural, para o realização do seu 3º CD “Comunhão”, a ser lançado em meados de 2007.

Nos últimos anos, suas atividades têm se concentrado na produção e direção musical de diversos trabalhos, além de apresentações, como compositor, em teatros e casas de espetáculos.

2004:

Co-produção, mixagem e masterização do CD e DVD Caruana, da cantora Carmina Juarez.

Gravação, mixagem e masterização do CD da cantora Sandra Brasil.

Arranjos e direção musical do CD “Dança das Rosas” da cantora Consuelo de Paula.

Apresentações do show “Mario Gil e Renato Braz”.

2005:

Produção, arranjos e direção musical do 1º CD do cantor Mateus Sartori.

Gravação, mixagem e masterização do cd do violonista gaúcho Cláudio Karan.

Participação, como violonista, no CD “Renato Braz e Paul Winter” (Gravado em New York – Junho/2005).

2006:

Gravação e mixagem do CD “Por toda a vida” do cantor Renato Braz, no qual participa também como violonista.

2007:

Mixagem e Masterização do CD 2 de Fevereiro do cantor Mateus Sartori.

Gravação, mixagem e masterização do CD “Xiló” do compositor Zé Modesto.

Mixagem e masterização do CD “Cristina Buarque e Terreiro Grande”.

Lançamento do CD Comunhão, seu terceiro trabalho autoral.

FONTEhttp://www.mariogil.com.br/biografia.html


2 comentários:

  1. Por falar em Consuelo de Paula, tá faltando ela aqui! Abraços e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  2. Olá, Aurora! Obrigado pela sugestão. Em breve teremos Consuelo de Paula por aqui. Um abraço.

    ResponderExcluir

Topo da Página ↑