Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

domingo, 10 de julho de 2016

GERALDO JUNIOR


O MEIO

O Cariri cearense é uma região singular em nosso país. Reúne saberes ancestrais que estão ainda preservados na memórias de homens e mulheres. Uma região que recebe anualmente centenas de milhares de romeiros vindos de todo o nordeste, movidos pela fé no padre Cícero e que junto com suas promessas e orações trazem consigo seus costumes, sotaques, vocabulários, musicas, poesias, ritmos e brincadeiras que congrega o Cariri numa simbiose múltipla, rica e complexa com seus reisados, guerreiros, lapinhas, bacarmarteiros, bandas cabaçais, coco, emboladas, repentes, entre dezenas de outras manifestações.

É nesse cenário Cariri que surge o talento e a delicadeza de Geraldo Junior, músico que expressa sentimentos e emoções no esbanjamento de sua canções que misturam ritmos e cores do Cariri nos colocando frente a um espetáculo inspirado na cosmogonia, na força do mito e nos símbolos mais profundos e sólidos do caldeirão nordestino. Criação e invenção que se desdobram em sentidos metafísicos e poéticos desenhando uma linha contínua entre o passado, presente e futuro com um repertório que mistura sua própria história, expressão artística de qualidade que compreende uma diversidade de sons dignos de representar a música brasileira.
 
O RITO

Cantor, compositor, instrumentista e brincante, Geraldo Junior leva aos palcos uma pulsante celebração da vida. O show confunde-se com um ritual. Força e delicadeza evidenciando as referências a sua terra natal, o Cariri Cearense. Seu trabalho parte do sertão, mas também mostra-se fortemente urbano, assim, o poeta aglutina as artes populares através de uma leitura contemporânea, servindo-se de elementos tradicionais como ferramenta para resignificar todas essas linguagens: Música de terreiro, reisado, banda de pífano, coco, cantoria, benditos, música virtual, eletrônica, digital, rave, drumbase, rock'n'roll... Expressão ilimitada de possibilidades. Tudo isso em um espetáculo de música, dança e performance.

Dane de Jade
Banda Cabaçal - Zabumbeiro




Um comentário:

Topo da Página ↑