Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

sábado, 15 de agosto de 2015

LUÍS PEREQUÊ

Luís Perequê, batizado de Luiz Carlos Albino Veloso, nasceu e foi criado em um dos últimos grandes redutos de Mata Atlântica, entre o mar e a serra do mar, na região de Paraty, sul do estado do Rio de Janeiro. E por essa razão captou e traduziu, como ninguém, em suas canções a cultura e o modo de viver do caiçara, bem como as transformações sociais advindas da construção da BR-101.

Orgulhoso de suas raízes, Luis Perequê fundou o Silo Cultural José Kleber, espaço que se propõe a revelar talentos locais e a preservar e divulgar a cultura caiçara. Também criou a Rede Caiçara de Cultura, que foi representante do segmento Caiçara na Comissão de Políticas Públicas para Comunidades Tradicionais do Ministério do Meio Ambiente.

Recentemente, debateu com Gilberto Gil sobre formas de preservação da cultura local frente ao impacto de um turismo maciço e ininterrupto, e expôs sua ideia de defeso cultural, com propósitos que se assemelham ao do defeso marítimo.

Luís Perequê, atualmente, é considerado o principal interlocutor da Cultura Caiçara, frente à modernidade e ao diálogo universal que busca o equilíbrio entre o respeito à diversidade e o intercâmbio dos conteúdos culturais que constituem o patrimônio da humanidade.

Gravou seu primeiro disco em 1992, ”Encanto Caiçara”, patrocinado pela Fundação Botânica Margareth Mee.


Em 2006, lançou o CD, “Eu, Brasileiro”.

Em 2008, Luís Perequê participou do Festival da Ilha Grande com diversos artistas, entre eles Lenine e Almir Sater. Abriu a FLIP com Luís Melodia e participou como convidado do show de Geraldo Azevedo durante o evento.

Em 2010 lançou seu terceiro CD, “To Brincando”, direcionado a crianças e educadores.

Em 2012 gravou seu CD ao vivo na cidade de Ubatuba/SP, onde regrava suas músicas de grande sucesso e apresenta novas ao público. O CD será lançado no início de 2013.

Contribuiu para a preservação da cultura tradicional de Paraty fazendo os primeiros registros da ciranda nos seguintes CDs:
  • Cirandas de Paraty com o grupo Coroas Cirandeiros – o primeiro CD de Ciranda da região – 1998 
  • Dirigiu o CD “Canto Caiçara” da Ciranda de Ubatuba (patrocinado pela FUNDARTE) – 2000 
  • Produziu e dirigiu o CD do grupo de ciranda tradicional “Os Sete Unidos” pelo Instituto Silo Cultural – 2006 
  • Dirigiu o CD “Dias de Caiçara”, da editora Dialeto, uma coletânea dos grupos tradicionais e contemporâneos da região entre Paraty e S. Sebastião – 2009 
  • Produziu e dirigiu o CD do grupo “Os Caiçaras” de ciranda de Paraty lançado em junho deste ano – 2012


Um comentário:

  1. Augusto Flávio (Petrolina-Pe/Juazeiro-Ba)

    Amigo, será que o disco de Guadalupe 1980 será postado um dia?

    Abraços.

    ResponderExcluir

Topo da Página ↑