Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

sábado, 12 de outubro de 2013

ANA MOURA


Ana Moura é natural de Coruche, mas como esta localidade não dispunha de maternidade, nasceu na capital de distrito, ou seja, Santarém.

Reconhecida internacionalmente, Ana Moura estreou-se com Guarda-me a Vida na Mão (2003), lançando seguidamente Aconteceu (2004). Canta, também, em vários em locais da noite lisboeta e deu-se a conhecer na televisão ao lado de António Pinto Basto, em Fados de Portugal.

Para Além da Saudade (2007) é o álbum que se segue, contendo músicas como Os Búzios ou O Fado da Procura. Com este disco, Ana Moura ficou conhecida do grande público português, também devido às aparições em programas como Contacto e Família Superstar, ambos na SIC, e no Sexta à Noite, de José Carlos Malato, na RTP. Estas aparições na televisão ajudaram-na a promover este disco, conseguindo alcançar a Tripla Platina, por vendas superiores a 55 mil unidades, e a permanecer 120 semanas no TOP 30 de Portugal.

Com o mesmo disco recebeu uma nomeação para os Globos de Ouro, na Categoria de Música, para Melhor Intérprete Individual, que acabou por perder para Jorge Palma.

Em 2007, Ana Moura participou no concerto dos Rolling Stones no Estádio de Alvalade XXI, em Lisboa, cantando, em dueto com Mick Jagger, o tema “No Expectations” da banda britânica.

Depois de dois grandes concertos nos Coliseus do Porto e de Lisboa, Ana Moura lança finalmente o seu primeiro DVD ao vivo, a 24 de Novembro de 2008, que obtém grande sucesso junto ao público, pelo seu excelente alinhamento.

Com o reconhecimento da crítica, chegou também o reconhecimento dos pares e, em 2008, Ana Moura recebeu o Prémio Amália de melhor intérprete.

Em 2009 o norte-americano Prince confessa-se fã da fadista, mostrando interesse em colaborar musicalmente com Ana, vindo a fazê-lo no Festival de Verão, Super Bock Super Rock, em 2010.

O seu último disco “Leva-me aos Fados”, lançado a 12 de Outubro de 2009 (apresentado na Casa da Música - Porto e coliseu de Lisboa, a 20 e 21 de Outubro), já é Disco de Platina, continuado no Top 10 dos discos mais vendidos. Com fados como “Leva-me aos Fados” (single de apresentação), “Caso Arrumado”, “Rumo ao Sul” e “Fado vestido de Fado”, Ana Moura delicia o seu público. Ana já iniciou a torné deste último trabalho pelo país e fora dele, com concertos centrados mais no norte de Portugal, e fora, passando pelos EUA, Canadá, Reino Unido, Áustria, Holanda e Alemanha.

Ana Moura recebeu, a 23 de Maio de 2010, nos “Globos de Ouro” o globo de “Melhor Intérprete Individual”, para o qual estava nomeada juntamente com artistas como Carminho, David Fonseca ou Rodrigo Leão.

Ana Moura é atualmente uma das fadistas mais conceituadas de Portugal, pelo seu excelente timbre de voz, beleza e enorme simpatia para com o seu público.

A 17 de Março de 2011, Ana Moura foi nomeada para “Best Artist Of The Year”, um dos importantes prêmios da prestigiada revista inglesa de música Songlines.

Em junho e julho do mesmo ano, a fadista efetuou uma pequena digressão aos Estados Unidos e ao Canadá, que incluiu concertos em quatro famosos festivais de Jazz - S. Fancisco, nos EUA, e Vancouver, Montreal e Ottawa, no Canadá. Em Montreal, Ana Moura foi uma das cabeças de cartaz do 32º. festival de jazz internacional e no espetáculo agradou à sala cheia do Teatro Maisonneuve, no qual teve como convidado especial o saxofonista Tim Ries, criador do Projeto Rolling Stones.

Discografia

Em concerto, Varsóvia, 2009

Álbuns de Estúdio

2003 – “Guarda-me A Vida Na Mão” (Universal)
2004 – “Aconteceu” (Universal, CD duplo)
2007 – “Para Além da Saudade” (Universal)
2009 – “Leva-me aos Fados” (Universal)
2011 – “Ana Moura (BOX)” (Universal)
2012 – “Desfado”(Universal)

Álbuns ao Vivo

2008 – “Coliseu” (Universal, DVD+CD)

Participações em outros discos

O seguinte é uma lista de faixas que não se encontram em álbuns de Ana Moura e que aparecem em compilações, tributos e álbuns de outros artistas:

2004 – “Fado Varina” (in ‘Novo Homem na Cidade’ (tributo a Carlos do Carmo), Universal)
2004 – “Filha das Ervas” (in ‘A Tribute to Amália Rodrigues’, World Connection)
2004 – “Amor Em Tons De Sol Maior” (in ‘Álbum Branco do Fado’, CNM)
2005 – “De Nua” [com Sara Tavares] (in ‘Balancé’, World Connection)
2008 – “No Expectations” / “Brown Sugar” (in Stones World - The Rolling Stones Project II, Sunny Side, Tames Records)
2011 – “Pássaro Voz” [com Fernando Alvim] (in ‘Os Fados e as Canções do Alvim’, Universal)
2012 – “Janelas Abertas nº 2” (in ‘A Tribute to Caetano Veloso’, Universal)

Antologias

2012 – “O Melhor do Fado - Ana Moura” (Planeta DeAgostini)

Caso Arrumado / E Viemos Nascidos do Mar / O que Foi que Aconteceu / Águas Passadas / Porque Teimas Nesta Dor / Guarda-me a Vida na Mão / Mapa do Coração / Os Búzios / Às Vezes / Venho Falar dos Meus Medos / No Expectations / Não é Um Fado Normal



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo da Página ↑