Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

domingo, 20 de outubro de 2013

ADAUTO SANTOS

O cantor, compositor, violonista e violeiro Adauto Antonio dos Santos nasceu no dia 22 de abril de 1940, na cidade de Bernardino de Campos, interior de São Paulo, mas foi criado em Londrina, no Paraná, onde iniciou sua carreira artística cantando ao lado de sua irmã como a dupla Duo Havaí, que venceu o Festival Roda de Violeiros, em Londrina. Antes de Adauto ser um cantor e compositor reconhecido, batalhou bastante na noite paulistana, mais precisamente no Bar Jogral, por volta de 1962, onde tocava obras de Milton Nascimento, Rolando Boldrin e Mário Lago, sempre fazendo uma mistura interessante da MPB com a música de raiz do povo do interior. Nos anos 60, foi o responsável por levar a viola para os bares paulistas e teve suas primeiras composições gravadas em 1963 pelo grupo Os Amantes do Luar, que interpretou o bolero "Não me esquecerei de Ti" e o rasqueado "Deita em Meus Braços".

Em 1974, lançou um belo trabalho: o LP "Nau Catarineta", onde o maior sucesso foi a faixa-título. Quatro anos depois, em 1978, lançou o LP "Triste Berrante", seu maior sucesso no disco, que foi tema da novela "Pantanal" e que também fez muito sucesso com Pena Branca e Xavantinho. O seu trabalho começou ganhar maior projeção nacional após suas participações no Programa Som Brasil  (TV Globo) que, nesta época, tinha a apresentação de Rolando Boldrin. Em 1995, numa releitura de sua carreira, Adauto Santos lançou o CD "Tocador de Vida e Viola", pela CPC-UMES, disco que foi indicado para o Prêmio Sharp de música regional daquele ano. 

Adauto Santos Faleceu aos 58 anos no dia 22 de Fevereiro de 1999, na cidade de São Paulo. No dia anterior à sua morte, ele deixou gravada uma participação na composição "Rosa" (Pixinguinha), que veio a fazer parte do CD "Mulheres em Pixinguinha", lançado pela gravadora do CPC-Umes. Adauto esteva e  para sempre estará situado entre as maiores preciosidades de voz e viola do Brasil.


Principais discos de Adauto Santos:

* Nau Cararineta - Discos Marcus Pereira – 1974
* Triste Berrante - Arlequim – 1978
* Pra Vosmecê - Cooperativa dos Agricultores da Região de Orlândia Ltda – 1980
* Tocador de Vida e de Viola - CPC-UMES – 1997
* Varanda Sertaneja - Movieplay – 1998



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo da Página ↑