Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

sábado, 1 de setembro de 2012

HERMAN TORRES


Em 1978 Amelinha lançou o disco "Frevo mulher", no qual incluiu de sua autoria "Noite de cetim", parceria com o poeta Sergio Natureza. No ano seguinte, Ney Matogrosso, em LP pela PolyGram, interpretou "Trapaças" (c/ Salgado Maranhão).

Em 1981, gravou o primeiro disco solo, pela PolyGram, no qual incluiu "Trapaças", "Peleja" e "Lama das canções", todas em parceria com o poeta Salgado Maranhão, além de parcerias com Fausto Nilo e Sergio Natureza. Neste mesmo ano, Zizi Possi interpretou um de seus grandes sucessos, "Caminhos do sol" (c/ Salgado Maranhão). A música foi incluída como tema na novela "A viagem", da Rede Globo e tornou-se o primeiro sucesso nacional da cantora. Por essa época, integrou o grupo Gang 90 & As Absurdettes, com o qual gravou vários discos e participou de diversos shows. No ano seguinte, Amelinha gravou de sua autoria "Choro da lua" (c/ Salgado Maranhão), no LP "Mulher nova, bonita e carinhosa faz o homem gemer sem sentir dor".

Em 1983 "Coração por dentro", em parceria com Salgado Maranhão, foi incluída no disco de Rosa Maria, lançado pela gravadora Eldorado. No ano seguinte, "Alguma coisa", em parceria com Salgado Maranhão, foi interpretada por Amelinha no disco "Água luz", lançado pela gravadora CBS. Neste mesmo ano, em dueto com Serguei gravou "Mamãe não diga nada ao papai" e "Alegria" em compacto simples.

No ano de 1985 interpretou "Super flipper", composição de autoria de Wilson Botelho e Sergio Natureza no LP "Tropclip" da trilha sonora do filme homônimo. Ainda neste disco participaram Barão Vermelho, Marisa Monte, Zé Renato, Celso Blues Boy e Roupa Nova, entre outros.

Discografia:

(1981) Herman Torres • PolyGram • LP
(1981) Perdidos na selva/Lilik Lamê • Hot • Compacto simples
(1983) Essa tal de Gang 90 & As Absurdettes • RCA Victor • LP
(1983) Nosso louco amor • RCA Victor • Compacto simples
(1984) Mamãe não diga nada ao papai/Alegria • Compacto simples
(1985) Rosas & tigres • Som Livre • LP
(1985) Tropclip • Philips • LP
(1987) Pedra 90 • Continental • LP


Um comentário:

  1. Acabei de tirar o álbum do Herman Torres de 1981 da gaveta.Adorei!

    ResponderExcluir

Topo da Página ↑