Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

MARIA DAPAZ

Desde pequena tinha facilidade para decorar as letras e melodias que ouvia na programação da Rádio Pajeú. Aos nove anos, cantou pela primeira vez no concurso "A mais bela voz do Nordeste", ganhando o segundo lugar. Iniciou a carreira cantando e compondo músicas no estilo nordestino. No início dos anos 70 formou com alguns colegas o grupo "Os Unidos". Em 1978 mudou-se para São Paulo. Em 1981 lançou seu primeiro disco, "Pássaro Carente", com "Súplica Cearense" de Gordurinha. Esse disco foi muito elogiado pela imprensa, e valeu à cantora o troféu "Disco Visão" como revelação da MPB.


Em 1983 gravou o segundo disco, "Maria da Paz". Em 1985 foi para a Suíça onde viveu durante cinco anos. Nesse país apresentou um programa de MPB na Rádio Chablais em Monthey. Gravou nesse país dois discos e apresentou um programa de música latina em uma rádio local. Em 1986 gravou a fita K7 "Música do Nordeste Brasileiro", comercializada pela HEKS para arrecadar fundos destinados à cooperativas agrícolas do estado de Pernambuco. Essa fita K7 acabou divulgando o trabalho da cantora na Europa. Em 1987 gravou o CD "Clareia" pela Seeds Records, com composições próprias, cujo tema era o Nordeste e suas tradições. Em 1989 lançou o CD "Minha Terra". Retornou ao Brasil em 1990, passando a compor para artistas sertanejos, como Nalva Aguiar, Roberta Miranda, Chitãozinho & Xororó e João Paulo & Daniel. Em 1993 lançou, pela gravadora Warner/Continental, o CD "Maria da Paz". Em 1995 gravou o disco "Êxtase", com regravações de clássicos da MPB. Em 1996 teve a música "Farsa" gravada por Wanderley Cardoso. Em 1997 gravou "Da pá virada", com composições inéditas e uma só regravação, "Vendedor de Caranguejo" de Gordurinha. Em 1992, Chitãozinho e Xororó gravaram a composição "Brincar de ser feliz" (Maria da Paz - Nino), que virou tema da novela "Pedra sobre pedra", da Rede Globo, e foi um grande sucesso. Em 1994, lançou um disco em que gravou, além de composições de sua autoria, as consagradas "Teu sonho não acabou", de Taiguara, e "Gosto de maçã", de Wando. Em 1999 lançou o CD "Meu lugar", no qual interpretou composições de sua autoria como "Coração beija-flor" e "Meu lugar", em parceria com Fátima Romero e "De volta para você", parceria com Jota Moreno, além de sucessos de Luiz Gonzaga como "Nem se despediu de mim", parceria com João Silva e "Sabiá", parceria com Zédantas. Em 2001 lançou o disco "Remanso". Em 2004 foi lançado "Vida de Viajante", somente com músicas do repertório de Luiz Gonzaga. A partir desse disco passa a assinar o nome artístico como "Maria Dapaz", não mais "Maria da Paz". Nesse mesmo ano lançou o CD ao vivo "2 Banquinhos e 1 Violão", outro disco de clássicos da MPB. Em 2006 lançou o Cd "Da Cor Morena". Em 2008 lançou o CD "Ó Abre Alas", com marchinhas carnavalescas e frevos famosos. Em 2013 lançou o Cd autoral "Outro Baião". Maria Dapaz jamais se tornou uma cantora nacionalmente conhecida, mas é dona de carreira sedimentada desde o início dos anos 80, lançando discos regularmente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo da Página ↑