Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

sábado, 13 de setembro de 2014

NÁ OZZETI

Maria Cristina Ozzetti, conhecida como Ná Ozzetti, (São Paulo, 12 de dezembro de 1958) é uma cantora e compositora brasileira.

Estudou piano na infância e, já adulta, formou-se em artes plásticas. No final da década de 1970 iniciou sua carreira musical com o grupo Rumo,1 com o qual fez muitos espetáculos e gravou 5 LPs e 1 DVD.

Gravou o primeiro álbum solo em 1988, intitulado simplesmente Ná Ozzetti, com o qual levou o prêmio Sharp de revelação feminina na categoria MPB. No segundo CD, Ná, lançado em 1994, passou também a compor. Com este disco conquistou o prêmio Sharp do ano nas categorias de "melhor disco" e "melhor arranjo" (Dante Ozzetti) no segmento pop-rock.2

Em 1996 lançou o CD Love Lee Rita, em homenagem à conterrânea Rita Lee. Seguiram-se os CDs Estopim e Show, este com clássicos da MPB.

Em 2000 recebeu o prêmio de "melhor intérprete" no Festival da Música Brasileira promovido pela Rede Globo de Televisão, interpretando a canção Show, de Luiz Tatit e Fábio Tagliaferri.

O CD Piano e Voz é lançado em 2005 em parceria com André Mehmari, reunindo canções nacionais de várias épocas e também internacionais.

Em 2009 lança o álbum Balangandãs, que traz canções de Assis Valente, Synval Silva, Ary Barroso, Dorival Caymmi e Braguinha, eternizadas na voz de Carmem Miranda.3 Por este trabalho, Ná e sua banda conquistaram o primeiro lugar da categoria de "melhor CD popular" no 5º Prêmio Bravo! Prime de Cultura.4

Em abril de 2011, quando completou 30 anos de carreira, Ná convidou amigos, parceiros e músicos para lançar o álbum autoral Meu Quintal, onde 11 das 12 composições são suas, em parceria com outros músicos e autores, alguns deles já parceiros tais como Luiz Tatit, Dante Ozzetti, Arthur Nestrovski e Alice Ruiz, além de gente nova como Makely Ka, compositor mineiro, e uma surpresa, a parceria com Zélia Duncan. Os músicos de Meu Quintal, Dante Ozzetti, Mário Manga, Sérgio Reze e Zé Alexandre Carvalho, vêm do CD Balangandãs.

Em setembro de 2013 foi lançado o álbum Embalar, décimo disco de Ná Ozzetti em carreira solo, com a participação de Dante Ozzetti, Mário Manga, Sérgio Reze e Zé Alexandre Carvalho e participações especiais de Mônica Salmaso, Juçara Marçal, Kiko Dinucci, Ivan Vilela, Marcelo Pretto, Mariana Furquim e Uirá Ozzetti.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo da Página ↑