Seja bem-vindo ao BRASIL DE DENTRO. Vamos tirar o Brasil da gaveta!

LEIA!

O BRASIL DE DENTRO é um blog que não visa lucro. Seu objetivo é apenas um: desvendar o Brasil para os brasileiros. Quer ajudar a concretização desse objetivo? Faça o seguinte: divulgue o BRASIL DE DENTRO entre seus amigos. Um grande abraço!

CAMPANHA "VAMOS TIRAR O COMPOSITOR DA GAVETA"

Ajude a preservar a memória do compositor brasileiro. Adote um álbum, e, se tiver acesso aos créditos das canções, informe, nos comentários, o título de cada canção na ordem em que aparece, seguido do nome dos compositores.

COMO BAIXAR OS ARQUIVOS DESEJADOS

Tenha certeza de que você está na página dedicada ao artista procurado, e não apenas vendo uma determinada postagem, como uma nota de atualização ou uma nota biográfica. Procure selecionar o artista clicando sobre seu nome na lista apresentada no final da página.

A página do artista apresenta a seguinte ordem: biografia, vídeos disponibilizados no Youtube e as capas dos álbuns com os respectivos links. Para baixar os álbuns, basta clicar na imagem do canário abaixo da frase "TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA".

sábado, 22 de setembro de 2012

2004 - Os 50 anos de Paulinho Pedra Azul

TIRE ESTE ÁLBUM DA GAVETA:
Opção 1      Opção 2

7 comentários:

  1. Amigo nenhum cd seu da para baixar .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Baixe pelo Rapidshare clicando sobre a capa do álbum.

      Excluir
  2. Caro amigo,
    Parabéns pela iniciativa de cultivar uma bela música, deste que é um dos maiores compositores e poeta que temos em nosso país. O que temos de música nesta década é apenas lixo digital sem nenhum senso harmonia! Obrigado pelo belo trabalho realizado em seu blog. Nil

    ResponderExcluir
  3. O arquivo rar do disco, segundo o winrar encontra-se corrompido. Poderia dar uma olhada. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por avisar. Creio que o problema não mais ocorrerá. Um abraço.

      Excluir
  4. òtimo blog. Parabéns pela iniciativa de preservar a memória de grandes poetas pouco reconhecidos nesse país de lixo cultural.

    ResponderExcluir

Topo da Página ↑